Daniel Rodrigues dos Reis

Daniel

Daniel_hstoriaO Daniel nasceu no dia 26/01/2012, no Hospital Regional Tibério Nunes, na cidade de Floriano, PI. Somente após o nascimento, fiquei sabendo que ele havia nascido com uma síndrome, até então, desconhecida pelos médicos. Ele nasceu com problemas respiratórios e o hospital não tinha recursos para mantê-lo internado. Após 24 horas de nascido, ele foi transferido para a maternidade Evangelina Rosa em Teresina capital do Piauí.

Daniel chegou com uma infecção hospitalar de alto risco e foi entubado ficando internado por 52 dias. Durante o período de internação na maternidade, ele foi diagnosticado com a Síndrome de Apert.

Após ter recebido alta, ele foi solicitado para uma avaliação com um Cirurgião do Buco-Maxilo-Facial, já que ele apresentava palato fundo. Aos quatro meses de vida, o Daniel foi submetido a uma cirurgia de duas Hérnias Inguinais, essas causadas pelo esforço para respirar. Em seguida, foi avaliada pela Cirurgiã Buco-Maxilo-Facial que solicitou que retornasse com 6 meses para que ela o encaminhasse para Bauru – SP.

Somente aos 10 meses, foi chamado no Centrinho em Bauru-SP, onde foi submetido a uma cirurgia da traqueostomia, ficando internado por 35 dias. Aos 20 meses de vida, foi submetido a uma cirurgia de Cranioestenose. O Daniel ficou em acompanhamento pela equipe crânio-facial até os 3 anos e 10 meses no Centrinho. Como o Centrinho não fazia a cirurgia das mãos, através de outra mãe, fiquei sabendo do Hospital Sobrapar na cidade de Campinas –SP.

Consegui marcar uma consulta de avaliação onde já foram solicitados exames pré-operatórios. Aos 4 anos e 7 meses, fez a primeira cirurgia da separação dos dedos; aos 5 anos e 2 meses foi realizada mais uma cirurgia das mãos e aos 5 anos e 10 meses, mais uma cirurgia das mãos. Estamos aguardando a marcação da próxima cirurgia que, provavelmente, ocorrerá no mês de julho ou agosto. Nessa cirurgia, ele irá ficar com os 5 dedinhos de cada mão.

O Daniel apresenta uma grande limitação dos ombros e não consegue levantar os braços, pois não possui a cabeça do úmero.

 

Histoire en français

à venir.